Divulgação violinos

O ensino individual de um instrumento é muito dispendioso. Numa primeira fase de aprendizagem, a compra de um instrumento é sempre “um tiro no escuro” quando pais e filhos não sabem exactamente ao que vão. Por outro lado, a difícil gestão das famílias actuais requer modalidades de ensino cada vez mais flexíveis nem sempre compatíveis com as escolas de música oficiais.

Foi a pensar em todas estas variantes que surgiu o Projecto Violinos do Século:

  • aulas de violino em grupo
  • uma aula semanal
  • primeiro contacto com o instrumento sem obrigatoriedade de compra
  • curso estruturado em módulos de 3 meses
  • combinação de aprendizagem do instrumento e teoria musical
  • apoio ao estudo em casa com materiais audio-visuais
  • Concertos trimestrais
  • visitas de estudo

São vários os aspectos que fazem do Projecto Violinos do Século um Projecto pioneiro e inovador no contexto do ensino da música em Portugal.

O ênfase é dado ao trabalho musical em grupo, no qual canto e movimento corporal são muito encorajados. O ensino em grupo (por contraposição ao ensino individual) além de ser mais motivador e divertido para os alunos, permite aos pais um preço mais acessível.

Numa sessão semanal, são abordados os aspectos básicos do ensino da música: canto, prática instrumental, teoria musical, audição de trechos de música erudita e histórias sobre música e músicos.

A organização do Ano Lectivo em módulos de 3 meses (3 níveis) oferece um enquadramento flexível: cada nível funciona como um bloco independente possibilitando a saída e entrada de alunos. A passagem de nível é assinalada com um Concerto em que se juntam todos os alunos do Projecto.

A apresentação regular em Concerto perspectiva o trabalho realizado nas aulas para um objectivo concreto. Por outro lado, desenvolve o espírito de equipa e a disciplina de palco.

O recurso a materiais audiovisuais de apoio ao estudo em casa, facilita a tarefa de acompanhamento do estudo e promove laços entre pais e filhos.

As visitas de estudo (museus, concertos, etc) complementam e reforçam as aprendizagens adquiridas nas aulas.

Por todas estas razões os Violinos do Século representam uma excelente oportunidade de aprendizagem diversificada e de qualidade, não excluindo a possibilidade de continuidade em escolas do ensino especializado da música.

5

Plano de estudo para o ano lectivo 2017/18:

Nível 1: de Setembro a Dezembro de 2017

  • não é necessário comprar instrumento
  • aprendizagem das noções básicas de postura e execução do instrumento
  • aprendizagem das noções básicas da leitura musical

Nível 2: de Janeiro a Abril de 2018

  • os alunos deverão adquirir um violino
  • os alunos deverão comprar o livro “ Fiddle Time Joggers”
  • realização de TPC 10 minutos por dia
  • consolidação das noções básicas da execução do violino
  • desenvolvimento das competências de leitura

Nível 3: de Abril a Julho de 2018

  • realização de TPC 10 minutos por dia
  • desenvolvimento das competências de execução do instrumento
  • desenvolvimento das competências de leitura
  • possibilidade de continuação no ano lectivo 2018-2019

Os Violinos do Século contam neste momento com 19 alunos que têm aulas semanais nas instalações da Fundação O Século. No ano lectivo 2017/18 está prevista a formação de 2 novos grupos. As aulas terão lugar aos sábados de manhã em S. Pedro do Estoril.

Para corresponder ao crescente interesse de pessoas residentes em Lisboa, o Museu da Música (Alto dos Moinhos) faz a cedência do espaço para a realização de aulas que terão lugar às 2ª feiras entre as 18h00 e as 19h00.

Contactos: 962468554

violinosdoseculo@gmail.com

1

Rita Mendes fez o Curso de Violino no Conservatório Nacional de Lisboa com a professora Leonor Prado. Prosseguiu os seus estudos no Conservatório de Roterdão (Holanda) onde se licenciou em Pedagogia do Violino com os professores Peter de Leeuw, Thijs Kramer e András Czifra.

Trabalhou como professora de violino nas escolas de música de Santarém, Tomar, Roterdão, Woerden, Gouda e Zoetermeer.

No âmbito da pedagogia do violino frequentou cursos de pós-graduação com os professores Qui van Woerdekom, Johannes Lievaart (pedagogia Suzuki),  Joyce Tan (Utrechts Consevatorium), Sheila Nelson (Guildhall School) e Caty Shepheard (Musik Hochschule Dusseldorf). Visitou o East Helsinki Music Institut onde estabeleceu contactos com os fundadores do método Colourstrings.

De regresso a Portugal, foi Directora Pedagógica do Conservatório de Leiria e fundadora de vários projectos relacionados com a pedagogia e divulgação do violino. Em 2007 foi convidada para apresentar o projecto Violinos em Festa em Cabo Verde, em presença de representantes da UNESCO.

Em Maio de 2015 participou na Conferência Europeia da ESTA (European String Teachers Association) onde apresentou o seu trabalho no âmbito do ensino em grupo.

Desde 2003 lecciona na Escola de Música Nossa Senhora do Cabo (Linda-a-Velha). É responsável pelos projectos “Violinos do Século” na Fundação O Século e “Violino para Adultos” na Fundação Oriente.

6

http://oseculo.pt/fos/wp-content/uploads/2017/08/6.jpghttp://oseculo.pt/fos/wp-content/uploads/2017/08/6-150x150.jpgGabinete de ComunicaçãoDivulgação CulturalNotíciasO ensino individual de um instrumento é muito dispendioso. Numa primeira fase de aprendizagem, a compra de um instrumento é sempre “um tiro no escuro” quando pais e filhos não sabem exactamente ao que vão. Por outro lado, a difícil gestão das famílias actuais requer modalidades de ensino cada...Uma Fábrica de Amor