UM POUCO MAIS DE AZUL” é o nome da Exposição de pintura de NOÉMIA PRADA, que vai estar patente e que poderá visitar nas instalações da Fundação”O Século” (Av. Marginal, 4350 São Pedro do Estoril 2765-246), de 03 de Maio a 30 de Maio de 2021. Em simultâneo, irá decorrer, também, um leilão solidário virtual de peças da artista plástica, em que poderá participar, com parte das verbas a reverter para o apoio à atividade da Instituição .

PARTICIPE AQUI NO LEILÃO 

 

Um pouco mais de azul

Esta mostra reúne 30 obras inéditas da artista (acrílico sobre tela e aguarela).

Embora tenha exposto no estrangeiro, esta é a primeira vez que Noémia Prada apresenta o seu trabalho, em Portugal.

Os seus quadros tentam traduzir a forma livre e dinâmica que a pintora sente no seu processo criativo. Embora o azul tenha primazia, o que iremos ver é uma explosão de cor e movimento.

Amante da poesia, inspirou-se em Mário de Sá Carneiro, no poema “Quase”, para a escolha do título.

QUASE

Um pouco mais de sol – eu era brasa,
Um pouco mais de azul – eu era além.
Para atingir, faltou-me um golpe de asa…
Se ao menos eu permanecesse aquém…

Esta exposição representa esta tentativa de ir mais além. Tentar que o quase se torne uma certeza. E, que um golpe de asa nos deixe voar a imaginação.

 

Noémia Prada

Noémia Prada nasceu no Norte de Portugal, em Viana do Castelo, em 1969. É licenciada em Comunicação Social, pela Universidade Técnica de Lisboa e Mestre em Sociologia, pela Central European University de Varsóvia, na Polónia.

Trabalhou como copywriter e jornalista. Paralelamente, foi desenvolvendo o seu interesse e gosto pela pintura, à qual se dedica há mais de vinte anos. Apresentou trabalhos nos vários países onde se fixou, designadamente Polónia, Croácia, EUA e Angola. Outra das suas paixões é a fotografia a preto e branco.

“Desde sempre, gostei de desenhar e de pintar, sendo o que se poderá chamar de autodidacta. Foi com a prática, com os inúmeros trabalhos que fui realizando ao longo de mais de vinte anos, que desenvolvi a parte técnica da pintura e do desenho. Durante este tempo, já recorri a múltiplos materiais e métodos. Atualmente, o acrílico e a aguarela são os meus meios de eleição. A minha forma de pintar é pouco ortodoxa. Muitas vezes, não uso cavalete, pinto no chão. Tanto uso pincéis, como esponjas, panos ou espátulas.

Normalmente, não faço esboços dos quadros que vou pintar, o próprio quadro vai-me indicando o caminho a percorrer…

É um processo livre e criativo, tal com a escrita, onde os elementos vão surgindo naturalmente.

A fase atual é bastante centrada em cores intensas, em formas livres e traços soltos.”     

 Visite o site : https://www.noemiaprada.com